Chá de panela e alerta tendência de moda e decoração

18 de julho, por Mariana Rodrigues

Aproveitei a chegada dos meus 30 anos (no último dia 29) e a proximidade com o casamento para fazer duas festas em uma: reuni familiares meus e do Diego para comemorarmos meu aniversário e o nosso chá de panela. Modéstia à parte a decoração ficou linda e as nossas fotos, que estão longe de serem profissionais, não fazem jus à decoração real! Foi uma festa low budget, ou seja, com um baixo orçamento, poupamos em tudo o que conseguimos e muita coisa foi feita com a ajuda de família e amigos, já que dons artísticos não faltam por aqui!

Escolhemos o tema tropical chic para dar um empurrão nas ideias. Nossa paleta de cores era composta por um rosa tipo ‘rosé quartz’, um verde escuro ‘cor de folha’ e toques de dourado, no estilo ‘ouro monarca’. Os elementos de destaque eram três: flamingo, abacaxi e costelas de adão.

🚨 Alerta tendência 🚨

Nunca fui muito ligada à coisas de decoração e paisagismo, mas agora que tô indo para a minha casa e lidando com reformas e projetos, venho percebendo como o ciclo de tendências de moda e decoração são complementares. A folha vem desde o ano passado conquistando espaço dos vasos aos vestidos. Tudo indica que a primavera-verão será com surra de costela de adão pra todo lado!

🚨 Fim do alerta 🚨

Todas as tendências foram intensamente pesquisadas no Pinterest (clica aqui e me segue!) e no Google. Como em todo o restante do casamento, Diego participou ativamente da lista de presentes à decoração, passando também pelo cardápio. Alugamos o salão de festas do condomínio dos meus pais e botamos a mão na massa com a ajuda da nossa família e amigos.

Para dar uma bossa especial aos copos de plástico transparentes, comprei cola plástica e glitter e mandei ver! Alguns amigos adoraram fazer esses copos, no final tinha glitter até onde o sol não bate, rs. Minha tia fez um aro de folhas, com bambolês verdes e folhagens baratinhas que encontrei na CADEG. Alugamos também quatro suqueiras, onde colocamos pink lemonade, mate, batida de côco e batida de maracujá.

Botamos também canudinhos nos copos, pra dar mais charme

Para a mesa do bolo, um painel de pallets, uma mesa no formato cavalete e louças de porcelana. Tudo saiu por cerca de R$350,00. Estava pronta a “base” da nossa mesa de bolo. Complementei com doces comprados em um grupo de rodada de descontos – que é tipo um Peixe Urbano de festas no Facebook, rs. Como sempre, exagerei nos doces. Compramos bombons, macarrons, cake pops, palha italiana, suspiros e quindins – esses últimos nem couberam na mesa. Ainda fizemos quase 200 brigadeiros!

O bolo e os biscoitos são um capítulos à parte. A Carol é uma das minhas melhores amigas e está à frente da A Doçaria, fazendo o melhor bolo que já comi na vida. Não bastasse ser o melhor sabor, é também o mais lindo. Era incrível a reação das pessoas ao descobrirem que o bolo era t-o-d-o  c-o-m-e-s-t-í-v-el. Os biscoitos decorados, idem. Confesso que fiquei com pena de comer, haha. Eu e Carol conversamos sobre esse bolo por dias até chegarmos em uma conclusão, e, como confio no trabalho dela de olhos fechados, dei total autonomia pra que ela fizesse o que achasse melhor. O resultado foi incrível, gente!

Além do maço de folhagens, comprei na CADEG também folhas de costela-de-adão. Cada maço com 10 folhas enormes custou R$10,00, eu comprei dois e uma amiga ajudou espalhando pelo painel de pallets, dando um efeito final maravilhoso na área da mesa do bolo!

Não tenho fotos das comidinhas, mas optamos por servir coisas que se servem na praia. Minha madrinha fez empadinhas, minha outra tia fez esfihas. Eu e meus amigos fizemos sanduíches naturais e espetinhos caprese. Preparei também dadinhos de tapioca com queijo coalho, que foram sucesso. E meu pai, exagerado, comprou salgadinhos e ainda fez linguiça na chapa pro pessoal comer com mini pão francês.

Optamos por não fazer brincadeiras e deixar a galera à vontade pra bater papo ou dançar. Foi uma tarde/noite super divertida, ganhamos muuuuuuuuuuuuuitos presentes e só aumentou a ansiedade para a festa de casamento. Quem tiver oportunidade, faça o chá. É tão gostoso reunir todo mundo, jogar conversa fora e ainda aplacar a ansiedade para o grande dia… Eu não me arrependo nem um pouco por ter feito!

Gostaram do post? Me sigam também nas redes sociais!

Instagram | Facebook | Pinterest

0
Nenhum comentário

5 tendências de moda dos anos 2000 que estão voltando com tudo

6 de junho, por Mariana Rodrigues

Que a moda é cíclica, todo mundo sabe. Ainda estamos nos recuperando de uma overdose de anos 90, com direito a brincos de acrílico, chinelos slide, chokers e muitos, muitos patches. Dois anos depois, a onda noventista tá passando para dar lugar à tendências que foram sucesso na primeira década do século XXI: os anos 2000.

Para a galera entre 30 e 40 anos de idade, ser adolescente ou jovem nos anos 2000 foi uma prova de fogo. A popularização dos telefones celulares, a chegada “com força” da internet – o IG abriu os portais com tudo em 2004 -,  a esquizofrenia musical que ia de Backstreet Boys ao Bonde do Tigrão, passando pelo sucesso estrondoso de Sandy&Jr. Mas a moda tinha características bem peculiares, e que parecem ter voltado com tudo. A primeira reação pode ser torcer o nariz, mas a gente vive pagando a língua, né? Os patches e slides que o digam.

Casacos volumosos

Os de pele eram o supra-sumo da riqueza e do estilo no início da década! Paris Hilton nos fazia desejar aqueles casacos super fofos ao ostentar suas peles. Esse ano o modelo voltou com tudo, todas as grandes fast-fashion tem suéteres, coletes, casaco e jaqueta com ao menos uma penugem e eu até ganhei um de pelúcia, que vou mostrar por aqui em breve! Além disso os casacos de esqui viraram febre mundial, até aqui no Brasil, mas esses não me pegaram. Não consigo achar bonitos, além do frio esperado por quem veste esse casaco não chegar nunca aqui no Rio, né?

 

All jeans

Essa tendência vem ganhando adeptos desde o ano passado! Eu usei um look all jeans num casamento com temática junina que fui em junho de 2016 e já tava super bombando, mas perdi as fotos. Infelizmente não tenho um registro com mozão onde ambos estamos em looks all jeans, como #justney no VMA de 2001, mas pode apostar sem medo no all jeans, porque é básico e o sucesso é certo.

 

Sapatos transparentes

Quem não lembra do funk “vou falar, não me leve a mal/ blusinha de silicone / sandalinha de cristaaaaal”? A sandália com salto em acrílico transparente e os sutiãs e blusas com alças de silicone eram o must have do início dos anos 2000. Ainda não vi exatamente a sandália com saltinho de acrílico,  mas essa bota da Kim Kardashian e os sapatos de plástico à venda em grandes sites mostram que já é tendência!

 

Conjunto de moletom ou plush

Esse eu adorava! Sempre odiei esportes, mas amava usar calça e casaquinho combinando quando ia pro curso de inglês, ali por volta de 2000/2001. O conjuntinho parece ter voltado, e não só de calças, mas também de shorts numa vibe bem sporty. Infelizmente ainda não vi nenhum modelo Plus Size sendo comercializado no Brasil, mas boto fé que em breve teremos.

Bonés

Preciso confessar que eu não curto bonés de uma maneira geral. Tenho um, mas não consigo achar um jeito dele ficar realmente estiloso em mim, acho que fica algo meio tosco, sei lá. Na verdade eu acho que chapéus estragam os looks, tenho vários e não consigo gostar de nenhum. Se os bonés de marcas como GAP e GUESS? fizeram sucesso na primeira década do milênio, hoje os de aba reta vão super bem com quem curte street style.

Algumas outras tendências chegaram tomando de assalto as vitrines nas estações passadas, como blusas e vestidos com decotes ombro a ombro (a famosa ciganinha), o top cropped e as t-shirts curtinhas, conhecidas como baby look e caíram no gosto das fashionistas. Já a temida cintura super baixo, que a maioria de nós usou inspiradas por Britney Spears e cia eu tô fora!

E vocês, vão aderir a algo dessa lista?

Não deixa de me acompanhar também nas redes sociais! ——> Instagram – FacebookPinterest

0
Nenhum comentário

Saia plissada em tons metálicos também é aposta para o inverno

20 de março, por Mariana Rodrigues

Mais um post glorificando de pé pelas tendências de moda estarem chegando simultaneamente à moda plus size! Hoje a dona da bola é a saia queridinha das fashionistas, que mistura duas características que fizeram a nossa cabeça no fim dos anos 90/início dos anos 2000: o plissado no tecido metalizado.

O comprimento, pelo menos, vem sendo mantido desde as últimas estações: em sua maioria, as lojas apostam no modelo estilo midi, e as cores são variadas, mas, pensando na neutralidade, os tons de preto/cinza/grafite e o dourado são os que mais aparecem, mas, com certeza tem espaço para o rosé quartz, que apesar de ter sido a cor do ano de 2016, parece ter caído no gosto e continua com força total em 2017.

Apesar de parecer ter uma pegada mais glam, a peça pode ser usada para trabalhar, ou mesmo para um almoço ou festa durante o dia. E combina com quase tudo: blusinhas de alça (ficaria lindo, com, camisas, t-shirt… basta escolher o estilo e correr para o abraço. E sem esse papo de que esse tipo de saia não é adequada para certos tipos de corpos. Nunca é demais lembrar que você pode usar o que quiser, né?

Agora que você já tá louca por uma dessa, onde comprar? Bem, eu comprei uma na Renner tamanho G (não foi na Ashua, mas eu queria uma dourada e a da Renner me coube bem, mas pedi pelo site, haha), mas, as saias podem ser encontradas em lojas como Chica Bolacha, Ashua e Torrid. Aposto que já já teremos em outras lojas plus também, é só ficar de olho pra garantir a sua!

Essa é mais uma das super tendências de inverno que (ainda bem) estão disponíveis também na moda Plus Size. Quer conhecer outras? Me acompanha também nas minhas redes sociais aqui ó —–> Instagram – FacebookPinterest

1
Comentário

Alerta tendência – O veludo vai reinar nesse inverno

10 de março, por Mariana Rodrigues

Se tem algo que tem me deixado super feliz e eu considero um grande avanço para mulheres consideradas gordas no Brasil, é como algumas marcas abriram o olho nesse último ano e estão pesquisando mais sobre as tendências para que nós também possamos escolher se queremos ou não vestir o que é sucesso na moda regular. Entre algumas amigas e blogueiras gordas, eu sou conhecida como aquela que gosta de roupa de magra, justamente por buscar tendências e ter horror às migalhas que as marcas brasileiras costumavam oferecer.

Para esse outono/inverno já mostrei lojas gringas e brasileiras que apostaram na transparência, febre nas lojas regulares, e hoje, com o maior prazer, trago tendência que ganhou as araras das fast-fashion e lojas que fazem tamanhos grandes que não ficaram pra trás: o veludo. Sucesso nos anos 90, o veludo voltou com tudo e não deve durar mais que uma temporada, por ter uma característica mais quente, não combinando muito com nosso clima tropical.

Apesar do inverno no Brasil não ser tão rigoroso, o tecido chegou com tudo, viu gente? Mas as marcas, claro, sabem disso, e aqui no Brasil temos peças como blusas de alcinha e chinelo slide feitos do material que vai bombar na estação. Ashua, Julia Plus (que ainda vai colocar um hot pants babadeiro no e-commerce) e Wear Ever são algumas das marcas que saíram na frente e fizeram peças lindas em cortes e modelagens super modernos, sem contar na variação veludo molhado. Ah, a Wear Ever ainda deu uma super ousada nas cores, pra reafirmar que nem só de pretinho vivem as gordas.

Onde achar peças de veludo em tamanhos Plus Size:

AshuaJulia PlusRouge MarieWear Ever

Gostaram da novidade? Será que vem com tudo mesmo ou vai ficar só na tendência? Não deixa de seguir minhas redes sociais para ver meus looks e outras dicas também —> Instagram – FacebookPinterest

0
Nenhum comentário

Transparência é tendência – Saiba onde achar peças Plus Size

2 de março, por Mariana Rodrigues

Os últimos eventos de moda e as grandes lojas do Brasil e do resto do mundo confirmam: a grande tendência para o outono/inverno é a transparência. Ainda com resquício do fim dos anos 90, seja sobrepondo uma outra peça ou mesmo com grande parte do copo à mostra, as peças transparentes já invadiram as araras e as ruas, mas vão chegar pra ficar mesmo na próxima estação.

É claro que a tendência chega também para as gordas. Em uma escala mais lenta, digamos… mas chega. Busquei em algumas lojas gringas, e parece que o sheer – uma variação da transparência, que conta com bordados – também vem com tudo. Aqui no Brasil, como a moda plus size vem a passos bem lentos, já temos algumas peças à venda – como já contei nesse post, a Ashua tá se empenhando em nos trazer tendências.

Vestido Ashua, maxi skirt Forever 21 e camisa Asos

Engana-se quem pensa que a tendência fica no pretinho básico. Tem peças brancas, em tons de areia e também no rosé, ou seja, dá para fazermos uma infinidade de combinações. Arrisco a dizer até que uma peça de transparência tem super espaço nas adeptas ao armário cápsula.

Como o top cropped, os biquínis com calcinhas menores e outras tendências de moda que deixam o corpo mais à mostra, talvez tenha um pouco mais de resistência por parte das meninas gordas. Se você é dessas que tem vergonha, meu conselho é começar com uma peça por baixo da transparência (regatinha por baixo da blusa ou short por baixo da saia, por exemplo). Isso vai te deixar mais confiante, e, aos poucos você vai se sentir mais à vontade para o dia que quiser ousar. Vale sempre lembrar: seu corpo é lindo e você tem todo o direito de deixá-lo à mostra, se quiser.

aquela-mari-transparência-plus-size

As blogueiras gringas Gabi Gregg (@gabifresh), Allison Teng (@curvygirlchic) e Callie Thorpe (@calliethorpe) já se jogaram nas peças transparentes!

Onde encontrar peças Plus Size que abusam da transparência?

Ashua

CanCan Store

Wear Ever

 

E aí, pronta pra embarcar nessa? Transparência é hot or not? Não deixa de seguir minhas redes sociais para ver mes looks e outras dicas também —> Instagram – FacebookPinterest

0
Nenhum comentário